18 de dezembro de 2014

No Portal da Transparência, Prefeitura de Jordão disponibiliza folha de pagamento referente ao mês de novembro

Clique aqui para acesso direto à folha do mês de novembro de 2014.
Com informações de Vagner Souza
A Prefeitura Municipal de Jordão, por meio de seu Portal Transparência (http://www.jordao.ac.gov.br/novo_site/portaltransparencia/), instituído para atender a Lei Federal complementar 131/2009, que determina a disponibilização, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira do Município, disponibiliza mensalmente, a folha pagamento dos servidores ativos com seus respectivos subsídios e remunerações.
O responsável pela divulgação das informações no referido Portal informa que qualquer cidadão, em qualquer parte do mundo pode consultar os gastos com pessoal da Prefeitura do Jordão, para isso basta acessar o site www.jordao.ac.gov.br, clicar no link Portal Transparência Lei Complementar 131, lá faz-se a consulta no item SERVIDORES, LOCALIZA-SE O ANO, TODOS OS MESES E O ITEM SUBSÍDIOS/REMUNERAÇÕES; Feito esse processo simples qualquer pessoa tem acesso a folha de pagamento com todas as informações de cargos e salários.

Em solenidade, Escola Bernardo Abdon forma 47 alunos do 9º ano

O evento aconteceu no Centro de Multimeios do governo do Estado e reuniu 47 formandos, familiares e equipe escolar.
Aconteceu na noite da última sexta-feira (12) a festa de formatura dos alunos do 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Bernardo Abdon da Silva.

Os alunos comemoraram a passagem para uma nova etapa estudantil conquistada com dedicação e alimentada pela reconhecida qualidade de ensino da instituição.
Tacilene Jorge, da Assessoria de Comunicação da prefeitura de Jordão

17 de dezembro de 2014

AC: Justiça revoga prisão de líder indígena flagrado com maconha

kaxinawa
Por Altino Machado
A prisão preventiva do líder indígena Siã Kaxinawá foi revogada no final da tarde desta terça-feira (16) pelo juiz da comarca de Tarauacá (AC), Flávio Mariano Mundim. O indígena foi flagrado pela Polícia Civil durante a Operação Brasil Integrado, no município de Feijó, com folhas e sementes de maconha, além de 4,8 mil euros.
Vencedor do Prêmio Chico Mendes de Meio Ambiente em 2005 e ex-vice-prefeito do município de Jordão, Siã Kaxinawá ficou preso inicialmente na delegacia de Tarauacá e depois foi transferido para o quartel da Polícia Militar.
O líder indígena vai responder ao processo por tráfico de droga em liberdade. Ele terá de comparecer em juízo mensalmente, não poderá se ausentar da comarca por mais de sete dias sem comunicar ao juiz, e terá que atender à todas as convocações da Justiça.
A defesa argumentou que Siã Kaxinawá é primário, de bons antecedentes, de residência fixa e pode responder ao processo em liberdade sem causar comoção à sociedade e prejuízo ao andamento do processo.

Prefeituras do Acre receberão quase R$ 500 mil nesta 5ª

Imagem ilustrativa (Reprodução/Google)
Da redação de Ac24Horas
Os municípios brasileiros receberão o segundo repasse do Fundo de participação dos Municípios (FPM) dezembro nesta sexta-feira, dia 19. De acordo com informações da Confederação Nacional de Municípios (CNM), considerando o porcentual destinado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb), o montante será de R$ 1.508.397.926,46. Sem essa retenção, em valores brutos, o montante chega a R$ 1.885.497.408,08.
Com o repasse, o FPM de dezembro soma R$ 5,382 bilhões. No mesmo período de 2013, o montante estava em R$ 4,834 bilhões, em valores brutos. Ao comparar o repasse deste ano com o passado, o recurso apresentou aumento de 11,3%, em termos reais.

No Acre, serão repassados as prefeituras acreanas, R$ 492.901,73.

JORDÃO: Câmara de vereadores aprova contas do ex-prefeito Melo e aumento no preço da carne, na última sessão do ano

Kezio Araújo, do Blog Fala Jordão – falajordao@gmail.com
A câmara de vereadores do Jordão, município localizado no interior do Acre, aprovou na última sessão ordinária do ano, realizada na manhã de ontem (16) a prestação de contas da gestão do ex-prefeito da cidade, Hilário de Holanda Melo (PT), referente ao exercício de 2009.
Colocada em pauta pelo presidente Francisco Alves Guimarães “Chicão” (PCdoB) a prestação de contas do ex-prefeito Melo foi aprovada por dois terços dos legisladores. Apenas a bancada do PMDB, composta pelos vereadores Guedes Oliveira e Zeina Melo votou contra.
A líder do PMDB, vereadora Zeina Melo declarou que não se podia inocentar corruptos e muito menos condenar inocentes, mas que seu voto contra baseava-se nos mesmos critérios do TCE, onde a referida prestação de contas foi rejeitada. Zeina fez vários questionamentos e impôs sua insatisfação com o resultado e, em seguida, solicitou ao presidente para ausentar-se da casa, alegando problemas de saúde.
Vereadores do Jordão aprovam lei que eleva em mais de 30% o valor da carne bovina e suína
O valor atual do kg de carne com osso (misto) é de R$ 6. O projeto prevê um aumento de R$ 2.
Aprovado pela câmara de vereadores do Jordão o projeto de Lei de autoria do vereador Rosaldo Saraiva (PT), que também é criador de gado, prevê o aumento superior a 30% nas carnes bovina e suína. As tabelas de peixes de várias espécies também receberão aumento.
A vereadora Zeina Melo absteve seu voto. Guedes Oliveira votou à favor, contradizendo o voto negativo por ele concedido na sessão anterior, quando o projeto foi pedido para estudo pelo vereador Zé Cariolanda (PSDB), que desta vez também se posicionou favorável.
Abel Ximenes e Francisco Sereno, ambos do PCdoB, Vavá (PSDB) e os petistas Rosenildo Melo “Dóda” e Rosaldo Saraiva também votaram à favor do aumento. O projeto segue para a sanção do prefeito Elson Farias (PCdoB).
Para Rosaldo Saraiva, proponente do projeto, a cada dia está mais difícil manter a oferta do produto na cidade, uma vez que a desvalorização do preço da carne no mercado local desestimula os criadores a abastecer o município, destinando a oferta de vendas apenas para cidades vizinhas.
“Não adianta a gente ter bom preço e não ter carne”, destaca Rosaldo, afirmando que a elevação do valor é a melhor alternativa para garantir o abastecimento.
Nas redes sociais e nas ruas da cidade as opiniões populares são contrárias a do vereador. A população questiona o aumento como abusivo e ainda relaciona às formas precárias com que o produto é manuseado até chegar a mesa do consumidor. Não há abatedouro e muito menos fiscalização eficiente que garantam a qualidade e a procedência da carne consumida na cidade.

16 de dezembro de 2014

Confira a lista completa da nova equipe de governo de Sebastião Viana

IMG_0082
Sebastião Viana acaba da apresentar seu novo secretariado. Nada tão novo e não tão velho. O petista, é verdade, mudou algumas peças, agradou parte dos aliados, manteve caras cansadas, mas não abriu mão de sua tropa de choque, os que o acompanham há tempos.
A grande surpresa da lista de assessores de Sebastião Viana (PT) para este segundo mandato não é Carioca na secretaria de assuntos institucionais e nem a permanência de Flora Valadares na secretaria da fazenda, mas sim o juiz aposentado Pedro Longo, que assumirá o comando do Instituto de Meio Ambiente do Acre. Presidente do PSL, Longo que entrou a pouco tempo na política partidária desbancou alguns nomes que ficaram de fora.
A nova equipe de Sebastião tem uma mescla de perfil técnico com político. O temido e odiado Francisco Nepomuceno, o Carioca, novo secretário de Articulação Institucional, é a cara fiel dessa mistura. Ele será, agora investido do cargo, o cara do não ou do sim nas mesas de negociações.
José Carlos dos Reis, candidato a deputado estadual derrotado na eleições de outubro passado, assume a Secretaria de Agricultura e Pecuária (Seap), com Fernando Melo como adjunto.
Leonildo Rosas deixa a Secom e será Porta Voz do governo. No lugar dele vai comandar a pasta da Comunicação, a jornalista Andréa Zilio, que terá Astério Moreira, como sub-secretário depois que se despedir da Aleac em 31 de janeiro.
O procurador do Estado, Armando Melo, que hoje é secretário de Administração, irá comandar a Saúde, como já antecipou ac24horas. Sawana Carvalho deixa o Detran para comandar a SGA. No lugar de Sawana no Departamento Estadual de Trânsito assumirá Gemil Junior, ex-gerente da Amazongás, membro da Batista do Bosque, indicado do pastor Agostinho e do deputado federal eleito Alan Rick (PDT). O pastor Agostinho, aliás, teve o poder de indicar também o Jamyl Asfury, hoje deputado pelo PEN, que não conseguiu se reeleger, mas irá comandar a Secretária de Habitação do Estado.
A procuradora Lídia Assis, esposa de Henrique Corinto, candidato a deputado estadual pelo PC do B derrotado nas últimas eleições,
vai chefiar a PGE e Cristovam Moura será seu adjunto.
Emilson Farias deixa a Polícia Civil e vai para Secretaria de Segurança Pública.
Já o pastor Henry Nogueira vai comandar a Secretaria de Pequenos Negocios no lugar de Silvia Monteiro. Henry apesar de ser do PDT não é da cota do partido. Ele é indicação pessoal de Sebastião Viana.
Marco Brandão permanece na Secretaria de Educação, com Moisés Diniz como secretário adjunto. Edgar de Deus continua como secretário de Meio Ambiente.
O Instituto Sócioeducativo, o Ise, será comandado por Rafael Almeida, candidato derrotado nas eleições pelo PSDC.
Da cota do PC do B, o ex-todo poderoso Edvaldo Magalhães deixa o status de supersecretário de Indústria e Comércio para ser diretor-presidente do Depasa no Estado ao lado de seu colega de partido Felismar Mesquita que vai dirigir o órgão em Rio Branco.
Martin Hessel, que assumiu o Iapen há quatro meses, continua no espinhoso cargo.
O deputado Elson Santiago (PEN), candidato a deputado derrotado em outubro, assume o cargo de assessor especial.

Flora Valadares, mulher de confiança de Sebastião, permanece como secretária de Fazenda, e Márcia Regina continua Chefe da Casa Civil.
Coronel Aires será o chefe do Gabinete Militar.
Ac24Horas

12 de dezembro de 2014

ENCONTRO COM O ÍDOLO ACREANO DO MMA

Francimar Bodão e jiu jiteiros da Academia Samuray Gold Team de Jordão, Acre (Foto: Kezio Araújo/ Arquivo pessoal)
Levamos a bandeira do Jordão às mãos do atleta acriano Francimar Bodão, detentor do nocaute mais rápido da história do MMA, campeão do Shooto Brasil 36 e dono do cinturão do WOCS 25.

11 de dezembro de 2014

JORDÃO: SENAC oferece 40 vagas em cursos de formação profissional

Imagem ilustrativa (reprodução/ google)
Convidamos os interessados em participar dos cursos de APERFEIÇOAMENTO EM PENTEADOS (20 vagas) e TÉCNICAS BÁSICAS DE MAQUIAGEM (20 vagas), ofertadas pelo SENAC.
As inscrições serão realizadas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) pela equipe do ACESSUAS TRABALHO, a partir do dia 12 de dezembro, das 8h ás 12h, até o dia 19 do corrente mês.
Os cursos serão oferecidos aos interessados com idade igual ou superior a 16 anos. Para inscrição é necessário a apresentação de identidade, CPF, comprovante de residência e de escolaridade.

Agradece, Equipe do ACESSUAS

RRCTV: Jordão chega ao pódio no Campeonato Estadual de Jiu-Jítsu

Jordão e outros três municípios acreanos têm área urbana 100% regularizadas

Visão aérea de Jordão, Acre (Foto: Kézio Araújo/ Blog Fala Jordão)
Quatro municípios acreanos têm área urbana 100% regularizadas
O Acre tem quatro municípios que detêm toda a área urbana regularizada – Rodrigues Alves, Marechal Thaumaturgo, Jordão e Assis Brasil. No total, são mais de 30 mil títulos de propriedade entregues.
Marechal Thaumaturgo teve as atividades lideradas principalmente pelo diretório do Iteracre de Cruzeiro do Sul e foi o primeiro a concluir todo o perímetro urbano. Assis Brasil finalizou um trabalho que se iniciou em 2012. Jordão realizou a solenidade de entrega de mais de 700 títulos no mês de agosto, e já está sendo organizada para a regularização na zona rural.
A legalização das terras de Rodrigues Alves ocorreu em três etapas. Os títulos definitivos das propriedades foram entregues sem nenhum custo para as famílias, e o município recebeu investimentos concomitantes na área de saneamento básico e pavimentação, que por meio do programa Ruas do Povo também se encontra 100% pavimentado.
Rodrigues Alves é a 50ª cidade do Brasil que possui 100% do seu território georreferenciado. O Iteracre já georreferenciou mais de sete mil quilômetros no Acre, incluindo florestas, áreas urbanas e rurais do estado.

Da redação de Ac24Horas

INSS convoca segurados para prova de vida nos bancos. Prazo termina em 31 de dezembro


O Ministério da Previdência Social lançou uma campanha para convocar os segurados a comparecerem a agência bancária que mantém seu benefício para realizar a prova de vida. 

Com o slogan “Cadê você que nunca mais apareceu aqui? Recadastre sua senha e garanta seu benefício da Previdência”, a campanha está sendo direcionada para o segurado que, em nenhum momento, compareceu ao banco para realizar a renovação de senha. Eles têm até 31 de dezembro para fazer a renovação de seus dados.

A renovação de senhas é obrigatória e deve acontecer anualmente. As instituições financeiras pagadoras de benefícios estão realizando esse procedimento desde maio de 2012. Cartazes foram colocados em todas as agências bancárias para divulgar a campanha.

Quem já compareceu a agência bancária alguma vez , desde maio de 2012 quando o recadastramento começou , não precisa realizar outra prova de vida. Até início de novembro, mais de 1,2 milhão de beneficiários ainda não tinham comparecido aos bancos pagadores de seu benefício para realizarem a renovação de senha. Quem não realizar o recadastramento poderá ter o benefício interrompido.

Para realizar a comprovação de vida e renovação de senha, o segurado deve ir até a agência bancária levando um documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira de habilitação, etc).

Os beneficiários que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldade de locomoção, podem realizar a prova de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS. 

Os segurados que residem no exterior também podem realizar a prova de vida por meio de um procurador cadastrado no INSS ou por meio de formulário. O documento deve ser encaminhado à representação consular, pelo correio, para legalização. Neste caso, antes do envio, é necessário o reconhecimento de firma por cartório local.

http://extra.globo.com/

Líder indígena é preso no Acre com euros e droga ao voltar da Europa

Siã Kaxinawa e o filho Bane Huni Kuin, que mora na Europa, com o amigo Ernesto Neto
Vencedor do Prêmio Chico Mendes de Meio Ambiente em 2005 e ex-vice-prefeito do município de Jordão (AC), o líder indígena Siã Kaxinawá está preso na delegacia de Tarauacá após ter sido flagrado pela Polícia Civil do Acre durante a Operação Brasil Integrado, na tarde de sexta-feira (5), em Feijó, com 100 gramas de maconha e sementes, além de 4,8 mil euros.

Siã Kaxinawá regressava ao Acre após ter participado de reuniões em Israel e países da Europa. Ele ganhou projeção dentro e fora do Brasil como ativista do movimento de defesa da floresta e dos direitos das populações tradicionais e indígenas e também pelo trabalho de documentação visual.
O delegado Nilton Boscaro, diretor do Departamento de Polícia da Capital e do Interior, disse que a maconha, supostamente de origem holandesa, estava embalada em “quatro tipos diversos”.

- Ele permanecerá preso porque o delegado que preside o inquérito está convencido da ocorrência de tráfico interno. Vamos recorrer ao banco de dados da Polícia Federal para realizar perícia com o objetivo de identificar o país onde a droga foi produzida. Caso outros dados de investigação e a perícia comprovem que a droga foi comprada na Europa, ficará caracterizado tráfico internacional – afirmou Boscaro.

O indígena preside a Associação dos Seringueiros Kaxinawa do Rio Jordão. Nos últimos anos, as lideranças da etnia Huni Kuin (gente verdadeira), que é como os kaxinawá se autodenominam, passaram a organizar sessões de Nixi-pae (ayahuasca) dentro e fora do país. Os jovens Fabiano Maia Sales Yawabané Huni Kuin e Fabiano Maia Sales Yawabané Huni-Kuin, ambos filhos de Siã, são os mais notáveis do grupo.

- Antes de considerarmos o indígena como réu, temos que vê-lo como vítima. Os Huni-Kuin estão sendo vítimas do neo-xamanismo predatório que utiliza o xamanismo tradicional como meio comercial. Existem grupos, dentro e fora do Brasil, que promovem viagens, oficinas e rituais onde os indígenas, muitos deles ainda sem experiência xamânica, "emprestam" seu visual e suas canções.

Com isso, cria-se uma cadeia de deturpações e vícios que impactam negativamente a vida nas aldeias. Espero que o Siã supere tudo isso, transformando a experiência negativa em algo positivo para a proteção de sua cultura – comentou um indigenista consultado pela reportagem.

Há dois anos, Siã Kaxinawá foi convidado pelo governador do Acre Tião Viana (PT) a estreitar os laços entre o governo estadual e as comunidades indígenas do município de Jordão, para expondo as dificuldades e necessidades das etnias da região.

Consultada, a Funai no Acre limitou-se a informar que está acompanhando o caso.