18 de agosto de 2016

Friale: “Acre deverá enfrentar frente fria mais intensa de 2016”

Davi Friale (Foto: Altino Machado)
O pesquisador Davi Friale voltou a fazer previsões da chegada de nova frente fria ao Acre. De acordo com ele, no próximo sábado (20), “uma poderosa massa de ar frio, de origem polar, começará a penetrar pelo Brasil, com força suficiente para despencar a temperatura no Acre e outras regiões do país”.
Ainda de acordo com Friale, no Acre, a friagem chegará acompanhada de ventanias e chuvas generalizadas.
“Desta vez, as condições atmosféricas indicam que, novamente, o Acre, Rondônia, Mato Grosso e sul do Amazonas terão uma típica friagem, com queda brusca da temperatura, céu encoberto, ventos intensos e chuvas generalizadas”, disse.
O pesqusiador prevê que a frente fria chegará no sábado à noite, mas a onda de frio polar começará a declinar a temperatura a partir de domingo, (21).
“No Acre e em Rondônia, não será uma queda acentuada da temperatura, mas poderá ser o frio mais intenso e abrangente de 2016, até o momento, já que as menores temperaturas registradas, até agora, foram 12,5ºC, em Brasileia, no dia 23 de junho, e 14,7ºC, em Rio Branco, no dia 12 de junho”, disse.

17 de agosto de 2016

Moisés Diniz assume mandato de deputado federal

md99086
O Acre tem um novo deputado federal. Moisés Diniz assumiu, ontem, a vaga no lugar do deputado Sibá Machado, que veio para a secretaria de indústria e comércio do governo do Acre.
Moisés Diniz vai pautar o seu mandato com a defesa da educação, a luta ambiental e a segurança nas fronteiras, baseando a sua atuação na premissa de que as fronteiras do Brasil estão descuidadas e precisam de políticas especiais de segurança.
Na educação, dará prioridade aos cuidados em Brasília com o Quero Ler, programa de erradicação do analfabetismo do governo do Acre, e à discussão sobre a federalização do salário dos professores.
“Não é ético o Brasil ter mais de cinco mil pisos salariais para professor. Em cada município um salário diferente, isso não é decente. Vamos entrar comtudo nessa discussão”, avisa Moisés.
A luta ambiental estará voltada para a mobilização de um forte programa de revitalização da bacia do rio Acre, que cobre a região mais desmatada do Estado, aproveitando o legado da área ambiental do governo acreano e do movimento social.
A segurança pública ganhará atenção especial, levando-se em conta a situação de fragilidade das fronteiras do Acre, devido sua vizinhança com países que acumulam sérios problemas com o tráfico de drogas.
“No âmbito do Enafrom, nós vamos propor a constituição de zonas especiais de segurança nos municípios de fronteira, a partir de debates com a sociedade e da consulta aos especialistas da área”, informa Moisés.
Moisés Diniz terá uma ligação forte com o movimento social, que envolve sindicatos de trabalhadores e entidades de mulheres, de extrativistas e povos indígenas, de movimentos de excluídos, como sem-teto e sem-terra, dando consequência à sua origem de sindicalista e defensor da população mais humilde.
Assessoria

Especialista em segurança afirma que não houve erro em abordagem e nem na tentativa de imobilização de suspeito que atirou em PM


Imagens congeladas do vídeo que mostra a abordagem da Policia Militar no episódio que culminou com a morte do sargento PM Alexandre Aparecido, ontem, no bairro Floresta, em Rio Branco, mostra o momento em que o principal acusado pelo disparo, Kennedy Magalhães, pega a arma do coldre frontal do colete da vítima.

O ac24horas ouviu um especialista em defesa pessoal e no treinamento de policiais militares nos estados do Acre e Rondônia, Marcos Mustafa, para responder a questionamentos que continuam repercutindo pelas redes sociais, sobre erros na abordagem militar.

LEIA MAIS:

Analisando o vídeo que vazou pela internet, Mustafa afirmou que não houve erro na abordagem e muito menos na tentativa de imobilização de Kennedy Magalhães. “No momento em que o agente reage a uma abordagem legal, ele se torna em um elemento perigoso. Em qualquer lugar do Brasil e do mundo a reação seria a que se viu, ou seja, todos tentando imobilizar o meliante”, explica Mustafa.

Marcos chama atenção para a reação dos militares que, mesmo fortemente armados, em momento algum utilizaram nem cassetetes, “mas simplesmente as mãos para evitar excesso na abordagem que a princípio seria simples”, acrescentou.

O vídeo mostra que o braço esquerdo de Kennedy Magalhães era o último que faltava ser imobilizado. “O meliante agiu na oportunidade que viu a arma no coldre frontal do colete, ele estende o braço esquerdo com a intenção de tomar a arma e efetuar disparos”, comenta Mustafa.

O especialista chama atenção ainda para a atitude de Kennedy que, segundo Mustafa, para evitar a resposta com fogo (tiro) por parte dos demais agentes policiais envolvidos na operação, após o disparo contra os sargento, joga a arma que cai próximo de Alexandre já atingido e agonizando ao chão. “A intenção dele estava clara desde o momento em que reagiu a um comando legal”, volta a analisar.

Segundo representantes da Associação dos Militares do Acre, o sargento atingido era um dos melhores da caserna, obtendo primeira colocação em todos os cursos que fez. O tiro da pistola pode ter rompido a veia horta do sargento que morreu na hora.

“Pessoas filmando a ação policial podem ter contribuído para a ação inesperada do meliante que se utilizou dessa situação para chamar a atenção, e ao que tudo indica preliminarmente, puxou a arma do sargento e efetuou um único disparo mortal”, disse Joelson Dias, presidente da AME.

Do AC24Horas

16 de agosto de 2016

NESSAS ELEIÇÕES, VENHA SER VITORIOSO COM A GENTE!


Entre em contato conosco, conheça nossos produtos e solicite um orçamento.
Kezio Araújo assinou contrato com um dos mais conceituados estúdios do Brasil, para gravar a trilha certa da sua vitória nessas eleições. A produtora já produziu jingles políticos que fizeram muito sucesso em campanhas eleitorais por todo o País. Tudo com qualidade, preço justo e um atendimento exclusivo.
Nessas Eleições, venha ser vitorioso com a gente!
Produzimos a sua letra e melodia!
A trilha sonora perfeita para candidatos campões você encontra aqui!

ELEIÇÕES 2016: Propaganda eleitoral começa nesta terça-feira com novas regras


A partir desta terça-feira (16) até o dia primeiro de outubro os candidatos estão autorizados a fazer campanha eleitoral. Nestas eleições as restrições são maiores do que em anos anteriores.

As propagandas eleitorais para as Eleições 2016 trazem diversas mudanças aprovadas pela reforma eleitoral realizada em 2015, a principal delas é o tempo estabelecido para as campanhas, que diminuiu de 90 para 45 dias. O período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também foi diminuído de 45 para 35 dias, com início somente em 26 de agosto.

Com isso, os produtos gráficos como santinhos, folhetos, volantes e outros materiais impressos passam a ter maior relevância na interação com os eleitores durante o pleito.

Cronograma e possibilidades previstas na lei:

Propaganda nas ruas (16 de agosto a 1º de outubro)

Conforme a legislação, pode ser feita com a colocação de mesas em locais públicos que não atrapalhem o trânsito e a mobilidade. Nos locais, podem ser fixadas bandeiras e distribuídos santinhos, folhetos e volantes impressos. As mesas devem ser colocadas às 6 e retiradas às 22 horas, diariamente.

Propaganda em propriedades particulares (16 de agosto a 1 de outubro)

Produção de mini cartazes, de até meio metro quadrado, a serem fixados somente por meio de autorização voluntária, não paga, com expressa concordância dos proprietários.

Utilização de serviço específico dos Correios (16 de agosto a 1º de outubro)

Propaganda em automóveis

São adesivos micro perfurados, que podem ocupar todo o para-brisa traseiro ou outras áreas dos veículos. Neste segundo caso, no tamanho máximo de 50 cm por 40 cm.

Propaganda em jornais (6 de agosto a 30 de setembro)

Está autorizada a inserção de propaganda dos candidatos nos jornais e revistas. São anúncios de um oitavo de página (jornais-padrão) ou um quarto, em revistas e tabloides. É importante salientar que esses anúncios pagos nos jornais poderão ser reproduzidos pelo veículo em seu próprio site. Tem havido confusão sobre isso, pois a legislação proíbe propaganda paga na Web. Nas propagandas veiculadas em jornais e revistas, deve constar, de modo visível, o valor pago pelo anúncio.

Exigências legais para os impressos

Santinhos, folhetos, volantes e outros conteúdos impressos devem conter o CNPJ ou CPF do responsável pela confecção e de quem contratou, bem como a tiragem.

Fonte: Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf Nacional)

ELEIÇÕES 2016: Eleições 2016: propaganda eleitoral no rádio e na TV terá duração de 35 dias

A partir do dia 26 de agosto, as emissoras de rádio e televisão deverão transmitir a propaganda eleitoral gratuita para que os candidatos a prefeito e vereador em todo o país possam expor suas propostas. Com a Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165/2015 que alterou a Lei nº 9.504/97), o período da propaganda foi reduzido de 45 para 35 dias. Portanto, o último dia de propaganda no primeiro turno será 29 de setembro, conforme prevê a Resolução TSE nº 23.457

Os canais de rádio e televisão deverão reservar dois blocos de dez minutos cada, duas vezes por dia, de segunda a sábado, no caso de campanha para prefeito, pois a Lei 13.165 acabou com a propaganda eleitoral em bloco para vereador. No rádio, a propaganda será transmitida das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, os candidatos vão se apresentar das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40. 

Já as inserções serão veiculadas em tempos de 30 e 60 segundos para prefeito e vereador, de segunda a domingo, em um total de 70 minutos diários, distribuídos ao longo da programação entre 5h e 00h. 

A divisão deverá obedecer a proporção de 60% para prefeito e 40% para vereador. Em relação aos diversos fusos dos estados, o horário da propaganda eleitoral gratuita deverá sempre considerar o horário oficial de Brasília. 

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) acredita que a alteração corrige uma distorção que impactava negativamente o radiodifusor.

“As alterações na lei foram uma medida inteligente. O tempo excessivo de propaganda eleitoral vem em prejuízo de todos: eleitores e candidatos. As inserções, por outro lado, mantêm a audiência de rádio e TV”, disse o diretor-geral da Abert, Luis Roberto Antonik. 

Critérios para distribuição 

O cálculo do tempo a que cada candidato terá direito será feito pelo juiz eleitoral de cada município a partir do dia 15 de agosto, prazo final para que os partidos registrem seus candidatos na Justiça Eleitoral. A Resolução que disciplina as regras para a propaganda prevê que o juiz deve convocar os partidos e representantes das emissoras de rádio e de televisão para elaborarem um plano de mídia que garanta a todos a participação nos horários de maior e menor audiência. 

Conforme prevê a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97), a divisão da propaganda deverá ocorrer da seguinte forma: 90% distribuídos proporcionalmente ao número de representantes que o partido tenha na Câmara dos Deputados, considerados, no caso de coligação para eleições majoritárias, o resultado da soma do número de representantes dos seis maiores partidos que a integrem e, nos casos de coligações para eleições proporcionais, o resultado da soma do número de representantes de todos os partidos que a integrem. Os outros 10% devem ser distribuídos igualitariamente.

Confira aqui a íntegra da Resolução nº 23.457. 

CM/GA, JP

ELEIÇÕES 2016: Confira as novas regras no tempo da propaganda política

O horário eleitoral gratuito e a propaganda começam a partir do dia 16 de agosto. Nas eleições deste ano, uma série de mudanças aprovadas na reforma política do ano passado sobre a propaganda eleitoral já passam a valer para os candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador das mais de 5.500 cidades do País. Confira abaixo as principais mudanças:

Tempo de duração menor

Neste ano, o período eleitoral na TV e no rádio ficou menor, passou de 45 para 35 dias. Outra mudança foi no tempo de TV. As campanhas terão, no total, dez minutos em cada uma das duas inserções obrigatórias na televisão. A duração de cada coligação ou candidato será analisada caso a caso pelos juízes eleitorais do Tribunais Regionais Eleitorais.

As campanhas terão, também, 70 minutos de propaganda garantida ao longo do dia na programação da TV aberta, sendo 60% do tempo para candidatos a prefeito e 40% para os vereadores.

Prefeitos:

Na propaganda para o cargo de prefeito, a conta do tempo funciona assim: 90% do tempo é distribuído levando-se em consideração a quantidade de deputados federais na Câmara dos Deputados dos seis maiores partidos da coligação. Os outros 10% de tempo são distribuídos de forma igualitária entre as candidaturas.

Vereadores:

No caso dos vereadores, a porcentagem é a mesma: 90% do tempo será dividido de forma proporcional e 10% de forma igualitária entre todos os candidatos e coligações. A diferença de tempo de propaganda fica a cargo da soma de deputados federais de todos os partidos da coligação (se houver) ou do partido do candidato.

Debate eleitoral

Outra mudança na legislação das eleições é em relação aos debates na televisão e no rádio: a partir de uma decisão de março, todos os candidatos a prefeituras em coligações com nove deputados federais na Câmara devem ser convidados a participar de debates.

Fonte: Portal Brasil, com informações do TSE

14 de agosto de 2016

"SEU PAPAI NO FALA JORDÃO": NONATO SOMBRA

Neste mundo de tantas dificuldades, encontrar pessoas dignas de respeito é algo quase impossível. Mas essa luz brilhou em nosso caminho. Nós que ainda buscamos exemplos encontramos você.
Descobrimos também que ser pai ou mãe, não é simplesmente gerar alguém, mas principalmente participar da vida de quem se ama.
Por isso, vemos em você um grande exemplo de pai, que não precisou nos gerar para nos amar tanto.
Neste dia, onde os filhos buscam palavras para expressar o seu amor e gratidão aos pais, nós buscamos demonstrar em forma de poesia, que você é muito querido e amado por nós! Feliz dia dos pais, meu pai.
Dos filhos: Elizamar, Davi, Samaria, Jussara, Dailania e Ariana

HOJE É O NIVER DA MIKAELE SOUZA

Hoje é seu aniversário. Nesse dia tão especial quero te dizer que te amo. Te adoro muito. Que Deus te abençoe cada dia mais.
De seu esposo João Araújo.

12 de agosto de 2016

FEIJÓ: COMEÇA HOJE A FEIRA DO AÇAÍ 2016


Feira do Açaí começa nesta sexta-feira (12), em Feijó, cidade distante 350 km de Rio Branco. A expetativa é reunir milhares de pessoas de vários municípios acreanos. A festa será nos dias 12, 13 e 14 de agosto.

O evento que, em 1999 iniciou sendo Festa do Açaí e passou anos sendo Festival do Açaí, entra agora em 2016 sendo Feira do Açaí. A mudança no nome não impacta no desenvolvimento da festa.

O evento, que sempre ocorre nos meses de verão amazônico, já se tornou uma tradição no município, e de referência no Estado, atraindo milhares de pessoas de outras cidades.

A festa oferece além dos shows musicais, festival de gastronomia com base nos produtos e derivados do açaí; feira de artesanato e comercio popular; feira de alimentação regional e bebidas; festival de praia; desfile da garota açaí; disputa do troféu açaí nas seguintes modalidades esportivas: Futebol, Futsal, Voleibol, Corridas pedestres entre outras; apresentação de grupos de danças folclóricas e regionais; capacitação dos produtores de açaí e apacitações para os expositores da feira.

A feira do Açaí tem como finalidade fomentar e aquecer a mercado local e contribuir de forma efetiva para a melhoria dos processos de produção, comercialização, uso e manuseio do açaí e seus derivados.
Veja a programação:

Dia 12 (sexta-feira)
20h45 – Abertura
21h – Grupo de dança Xanã Kaiá
21h30 – Grupo de dança Wandalupp
22h – Giovanni Acioly
00 h – trio Furacão
02h – levada do Gueto

Dia 13 (sábado)
20h – Daniel e Acústico
21h – Luan Lima
23h- Desfile e escolha da Garota do Açaí
0h – Banda Extase
2h – Sandra Melo e Banda

Dia 14 (domingo)
13h – Super cross
21h – Daniel e Acústico
22h – Ferdiney Ryos e banda
0h – Bonde do Forró
2h – Arregaça aê

Fonte: AC 24 Horas

CRUZEIRO DO SUL: Expoacre Juruá acontece de 4 a 7 de setembro na Avenida Mâncio Lima

A Expoacre Juruá chega em 2016 em sua 12ª edição, e neste ano acontece entre os dias 4 a 7 de setembro em Cruzeiro do Sul (AC). Diferente dos últimos cinco anos, em que a feira era realizada no Estádio Arena do Juruá, o evento volta a acontecer em 2016 na Avenida Mâncio Lima.
A outra diferença é que nos anos anteriores a feira de agronegócios tinha início sempre em uma quinta-feira e terminava em um dia de domingo, já neste ano ela começa no domingo e encerra na quarta-feira, devido dois feriados que caem nesta data, sendo uma forma de movimentar o comércio, na visão dos organizadores.
A outra novidade da 12ª edição são os shows, que agora serão pagos. “ O governo do estado não tem mais condições de bancar. Os empresários estão se reunindo, estão conversando. Não tem atração ainda. O show será pago e vai acontecer na Avenida Mâncio Lima”, explicou Dudé Lima.
A realização do rodeio ainda é incerta. Os organizadores do evento consideram a localização fundamental. “Nós criamos a possibilidade da feira acontecer na Arena do Juruá ate porque é um espaço que pode se transformar num parque, inclusive tem uma previsão do deputado César Messias de colocar uma emenda pra transformar aquele lugar num parque”, explicou Dudé.
A motivação das mudanças, de acordo com Dudé Lima, é a crise financeira pela qual o estado passa.
“Esse ano o governo está com dificuldade financeira. Apesar de o Acre ser um dos poucos Estados do Brasil que está conseguindo manter os salários em dia. Não temos dinheiro para fazer a Expoacre nos moldes que vinha sendo feita. Queremos agradecer o Sebrae que prontamente vai nos ajudar a organizar esse evento, eu diria até como realizador deste evento. E mais alguns empresários que estão se mobilizando para colocar a iniciativa privada ”, relatou.
Por Vanísia Nery, juruaonline.net