27 de fevereiro de 2016

Dana discorda dos jurados e enxerga vitória de Anderson contra Bisping

Dana White; TUF 22 Finale (Foto: Evelyn Rodrigues)
A vitória de Michael Bisping por pontos na luta contra Anderson Silva, sábado, no UFC Londres, deu margem para outra interpretação devido ao equilíbrio do combate. Presidente do Ultimate, Dana White, por exemplo, enxergou uma pontuação diferente da concedida pelos jurados (triplo 48 a 47 para Bisping): o mandatário acredita que Spider venceu o confronto.
- Eu tive a mesma pontuação dos juízes, mas para o outro lado - declarou Dana, em entrevista concedida à transmissão oficial do evento.
Em relação ao confronto, Dana White comentou o polêmico "nocaute" de Anderson Silva, que aplicou uma joelhada voadora no inglês, subiu no cage para comemorar, porém, o árbitro Hearb Dean entendeu que o round havia terminado antes.
- Foi absolutamente uma loucura. A joelhada voadora. Veja bem: nocautes limpos são incríveis, te deixam certos de que a luta acabou. Bisping estava muito preocupado com o protetor bucal e começou a tentar parar a ação. Anderson Silva o acertou com a joelhada e "boom". Se Anderson partisse para cima dele, poderia ter finalizado a luta. Ele não fez isso, tentou sair. Ele estava comemorando, estava em cima do octógono comemorando a vitória e todos gritavam que a luta não acabou. E os caras da comissão estavam tentando tirar os outros caras de lá. Não sei o motivo de eles terem permitido que eles entrassem, mas de qualquer forma isso foi louco.
Algoz do ex-campeão do UFC, Michael Bisping recebeu os elogios do mandatário por sua determinação e intensidade durante os embates.
- Bisping nunca venceu um título, mas ele está por perto há muito tempo e todos se empolgam nas lutas do Bisping porque ele sempre vai para a luta. Bisping nunca recua. Ele está na sua cara desde o primeiro minuto o gongo soar pela última vez e essa é uma das razões que fazem tanta gente gostar de assistir suas lutas e o respeitarem.
Combate.com

Aos 31 anos, feijoense se forma em medicina no exterior e volta para cuidar de conterrâneos

medicofeijo
O município de Feijó comemora a conquista do médico José Elielson Aguiar dos Santos, 31 anos. É que o município ganha um médico formado e aguardando registro do Conselho Regional de Medicina (CRM). José nasceu no Seringal Nazaré, Alto Rio Envira, e é filho do professor José Elias Viana dos Santos e de Rita Aguiar dos Santos.
Elielson começou seus estudos de 1ª a 4ª série na escola Nossa Senhora de Nazaré, zona rural de Feijó, e foi alfabetizado pelo próprio pai que era professor da escola. Após terminar seus estudos, Elielson foi morar com seus avós, Manoel Paulino de Aguiar e a Cleuza de Aguiar, na zona urbana Feijó. Morou lá durante 9 anos.
Chegando a cidade, Elielson deu continuidade aos seus estudos na escola estadual de ensino fundamental Raimundo Augusto de Araújo, onde estudou até a 8ª série, concluindo assim, na época o ensino de primeiro grau. Continuou o ensino médio na escola estadual José Gurgel Rabello.
Primeiro emprego
Ainda estudando o ensino médio, Elielson teve seu primeiro contato com o mercado de trabalho: ele, que ainda nem sonhava que seria médico, teve a oportunidade de conseguir uma bolsa e estagiário pelo período de três anos e seis meses no banco da Amazônia.
“Este estágio foi de grande importância para mim, pois me possibilitou a fazer algumas economias, justamente para realizar meu sonho de ser médico. O que ganhava como estagiário era pouco mas, mesmo assim, consegui comprar uma moto”.
Acabou o estágio e Elielson se viu desempregado e impossibilitado de realizar seu sonho. Foi então que resolveu estudar medicina na Bolívia. Para ele, era uma decisão um tanto quanto muito audaciosa, porque ele não tinha dinheiro, só uma moto e seus pais não tinham condições de mantê-lo estudando lá na Bolívia.
“Só para se ter uma ideia, meu pai ganha novecentos reais mensais, dando aula em uma escola na zona rural. Mas eu já havia tomado a decisão”.
Rumo à Bolívia
De decisão tomada, Elielson chamou seus pais para uma conversa. Ele conta que perguntou aos pais se eles conseguiriam mandar pelo menos trezentos reais mensais para ele, pois estava indo para a Bolívia fazer medicina. Seus pais, admirados com o interesse do filho, resolveram apoiá-lo, mas começaram cortando alguns gastos extras; e conseguiram mandar mensalmente R$ 500 reais, tudo com amor, no intuito de ver seu filho realizar seu sonho de ser médico.
Mesmo com todo o empenho dos pais, a quantia não era o suficiente. Foi então que Elielson começou a fazer pesquisas e descobriu que existia uma universidade na Bolívia, em Santa Cruz de La Sierra, que ofertava o curso de medicina no valor de oito mil reais, na época. Então, ele vendeu a moto e juntou todas as economias que havia juntado quando era estagiário e pagou todo o curso de medicina à vista.
Apoio de família e amigos
Elielson, mesmo sabendo que seria difícil se manter em outro país com somente R $ 500, procurou alguns amigos que já estavam fazendo o curso na Bolívia. Ele resolveu pedir ajuda aos amigos e, por meio destas amizades, Elielson conseguiu obter ajudas, que foram fundamentais para a realização de seu sonho.
E vários foram os amigos feijoenses que ajudaram Elielson: o empresário Antônio e sua esposa Marlene Joel, pois na época que ele decidiu ir cursar medicina na Bolívia, o Juscelino, filho do casal, resolveu ir junto. Hoje, ambos exercem a função de médico.
Busca pelo CRM
Hoje,  o médico Eleilson trabalha no município de Jordão e não parou estudar. Com os recursos que ele recebia já como médico, serviu para que ele pudesse fazer as difíceis provas do Conselho Regional de Medicina (CRM).
E, neste mês de fevereiro, a notícia tão aguardada chegou até ele: Elielson conseguiu ser aprovado no exame e aguarda seu registro no CRM. Desta forma, Dr. Elielson retribui a ajuda dispensada a ele da melhor forma possível: cuidando de quem mais precisa, ajudando o próximo e salvando vidas.
ContilNet

Feijó e Tarauacá ficam mais de 10 horas sem comunicação telefônica e internet

Estabelecimentos perdem clientes porque não podem passar cartão de crédito
 Estabelecimentos perdem clientes porque não podem passar cartão de crédito (Foto: reprodução/ ContilNet)
Os municípios de Tarauacá e Feijó continuam sofrendo com a falta do serviço de telefonia e internet. A população das duas cidades se encontra desde as primeiras horas deste sábado (27) incomunicável com o restante do mundo.
Os turistas que chegam ao município de passagem ou em visita estranharam principalmente o serviço de telefonia. Os proprietários de restaurantes cuidaram em colocar cartazes informando que não estavam trabalhando com cartão de crédito.
O deputado Jairo Carvalho (PSD) que visita os municípios do interior do Estado comprovou pessoalmente a falta dos serviços de internet e telefonia.
“Comprovei as diversas denúncias a respeito da falta dos serviços de comunicação telefônica e sinal de internet. Na próxima terça-feira (1°) na sessão da Assembleia Legislativa irei me pronunciar a respeito desse descaso com a população de Tarauacá e Feijó. Vou apresentar requerimento exigindo explicações das empresas de telefonia e reparação pela falta dos serviços”, disse Carvalho.
O comerciante Roberto Oliveira que também é proprietário de um restaurante no centro do município reclamou da falta dos serviços e destacou como um desrespeito aos usuários.
“Tivemos semanas de ficar dois dias sem os serviços e perdemos muitos clientes com essa situação. Os turistas que utilizam cartões acabam passando direto para Cruzeiro do Sul e deixam de comprar na região”, disse o empresário.
Os serviços de telefonia e internet voltaram a ser oferecidos a região depois das 14h30. A população estava revoltada e reclamava em todos os locais da cidade.
ContilNet

JORDÃO: Homem é preso portando arma de fogo e maconha

Negão foi encaminhado à delegacia e encontra-se à disposição da justiça (Foto: reprodução/ Blog Jordão Agora)
O fato aconteceu na manhã da última sexta-feira, 26, quando policiais foram acionados por meio de denúncia anônima. A informação dava conta que Francisco das Chagas Teixeira do Nascimento, conhecido popularmente como “Negão”, estava chegando ao município de Jordão, trazendo arma e droga na bagagem.
Escopeta e maconha foram encontrados encontrados sob sua posse (Foto: reprodução/ Blog Jordão Agora)
Negão estava em um barco, logo após chegar de viagem do município de Tarauacá, no momento da abordagem policial. A polícia encontrou uma arma de fogo tipo escopeta, calibre 20, munições e uma quantidade expressiva de maconha. O homem foi encaminhado à delegacia de polícia civil, onde encontra-se à disposição da justiça.
Com informações do Blog Jordão Agora.

Coluna Política na Toca do Coêlho, 26-02-2016

“Quem planeja, tem futuro! Quem improvisa, tem destino”. Consultor Tácio Farias.

Voltamos 
Decorrido o ano de 215, com uma coluna pautada com notícias baseadas na responsabilidade, com a verdade, com o respeito às pessoas e com compromissos com Tarauacá, Jordão, Feijó e demais municípios, estamos de volta com o mesmo propósito, para informar os bastidores da boa política acreana.

2016: O ano eleitoral da ética e da credibilidade
Após as denúncias de corrupção, roubos e desvios do dinheiro público, em diversos setores da sociedade, uma parcela significativa das pessoas, já demonstra o interesse em votar nas próximas eleições, em pessoas de comportamento ético, honestas com compromisso social e político, nas suas práticas como cidadão, em suas respectivas cidades.

Eleição com normas diferente 
Após insatisfações por parte da população, em relação à legislação eleitoral existente no Brasil, através de pressão popular, o Congresso Nacional, votou as mudanças eleitorais, que já vão vigorar nas eleições de 2016, vejamos:

· Financiamento de Campanha: está proibido o financiamento de campanha, por empresas para Candidatos e Partidos Políticos;

· Doação de Campanha: os eleitores, na condição de pessoa física, poderão fazer doação, até o limite de 10% da renda bruta do ano anterior (2015);

· Limite de Gastos da Campanha: o TSE estabelecerá um limite de despesa para cada candidato, que não poderá ultrapassar 70% do maior gasto para o cargo, na eleição anterior;

· Tempo de Campanha: a campanha de 2016 será realizada em 45 dias, com início em 16 de agosto;

· Propaganda no Rádio e Televisão: será realizada em 35 dias, com início em 26 de agosto. 90% do tempo serão distribuídos proporcionalmente ao número de deputados federais de cada partido e 10%, do tempo, divididos igualmente entre todos os partidos registrados no TSE;

· Produção de Campanha: fica proibida a superprodução do programa, montagens, trucagens e computação gráfica;

· Material de Campanha: fica proibida a exposição de placas e bonecos;

· Filiação Partidária: o prazo para a filiação partidária, para participar das eleições de 2016, será de 6(seis) meses antes da data das eleições;

· Domicílio Eleitoral: a Lei estabelece o prazo de 1(um) ano para a inscrição na Circunscrição Eleitoral, em que o candidato almeja participar das eleições de 2016;

· Pré-Candidatos apresentadores e comentaristas de programas de Rádio e Televisão: devem se afastar a partir de 30 de junho de 2016;

· Convenções Partidárias: as convenções para a escolha dos candidatos e as deliberações sobre coligações, acontecerão de 20 de julho a 05 de agosto de 2016;

· Registro de Candidaturas: os candidatos devem ser registrados nos Cartórios Eleitorais, até 15 de agosto de 2016;

· Cláusula de Desempenho: a Lei combate a eleição dos chamados “sem votos”. O candidato, só será considerado eleito, se tirar pelo menos 10% do quociente eleitoral dos votos;

· Cassação de Mandatos Majoritários: quando houver decisão da Justiça Eleitoral que impute perda de mandato, o indeferimento do registro ou cassação do diploma, desde que transitado em julgado, acontecerão novas eleições.

· Desincompatibilização: os prazos de afastamentos do serviço público continuam, em conformidade a legislação eleitoral vigente. Exemplo: Para quem exerce cargo, que seja ordenador de despesas, o prazo é de 6 (seis) meses, os demais cargos de confiança, 03 (três) meses.

Janela Eleitoral
Mesmo constando nos Estatutos Partidários, a exigência quanto a Fidelidade Partidária, por parte dos filiados e parlamentares, e com a sociedade clamando por moralização das ações políticas partidária dos detentores de mandato, o Congresso Nacional aprovou a Janela Partidária, permitindo que num prazo de 30 dias, de 18 de fevereiro a 18 de março, os vereadores, deputados estaduais e deputados federais, possam mudar de partido sem perder o mandato.

Tarauacá nas eleições 2016
Vários nomes estão sendo lembrados e sendo convidados pelos dirigentes partidários para disputar a Prefeitura de Tarauacá. Vejamos:

· Marilete Vitorino- PSD
· Chico Batista- PDT
· Ver. Janaína Furtado- REDE
· Dr. Rodrigo Damasceno- PT
· Professor Carlos Coêlho- Sem Partido
· Ex-Vereador Meleiro- PC do B
· Vice-Prefeito Chagas Batista- PC do B
· Ver. Mirabor Leite- PMDB
· Advogado Júnior Feitosa- PSB
· Grandi Almeida- PP
· Hugo Júnior ou Manoel Gomes- PSDB
· Edmar Rodrigues- PR
· Célio Rocha- PSOL.

Novos pré-candidatos a vereadores
Além dos atuais vereadores que compõem a atual legislatura, na Câmara Municipal de Tarauacá, já aparecem em destaque alguns novos nomes que, disputarão o pleito de 2016:

· Silvânia Nunes-PDT
· Árife Eleamem- PTN
· Gilberto Furtado- PT
· Antonio Araújo (Príncipe)- PT
· Dico- PDT
· Juninho Moura- PT
· Professor Cleiber Costa- PSD.

Jordão nas Eleições 2016
A movimentação nos bastidores das eleições no município do Jordão já começa definir as posições políticas dos mais apaixonados pela boa política da chamada terra promissora, vejamos:

· Elson Farias- PC do B, que poderá ter como vice-prefeito, a professora Nágila Figueiredo, Boba Melo, Cabriolando, Mauro Brito ou Sr. Chiquim.

· Esperidião Menezes Júnior- PMDB, que poderá ter como vice- prefeito, o vereador Chicão-PP ou uma liderança indígena.

· Turiano Filho-PSDB, que trabalha para ter como vice-prefeito, uma liderança indígena, que contemple a maioria das aldeias dos Rios Tarauacá e Jordão.

Câmara Municipal

Além dos atuais vereadores, muito já se fala, nos seguintes nomes:

· Tom Sérgio- PDT
· Aderlândio (Dê)- PC do B
· Kubitschek Farias- PDT
· Damião- PSD.

Eleições Feijó, 2016

Em Feijó, já começam as articulações para as definições das candidaturas majoritárias, para o pleito eleitoral, 2016. Vejamos:

· Merla Albuquerque ou Francimar Albuquerque- PT
· Kief Cavalcante- PP
· Ver. Pelé Campos- PMDB
· Ver. Tarcísio- PC do B
· Chicarlos- PR.
e-mail: politicanatocadocoelho@gmail.com

Primeiro caso do vírus da zika no Acre é confirmado em mulher grávida

De acordo com o secretário Gemil de Abreu Júnior, a paciente mora no bairro Abraão Alab/Foto: Charlton Lopes/ContilNet
A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) recebeu nesta quinta-feira (25), do Ministério da Saúde (MS), a confirmação do primeiro caso de zika vírus no estado do Acre. A paciente é uma mulher, que está grávida e mora no bairro Abrão Alab, em Rio Branco.
O exame foi realizado na rede particular, mas, desde novembro, o caso vem sendo acompanhado pelas equipes de saúde do Estado e Município.
A paciente, que não teve o nome revelado, por iniciativa própria procurou um laboratório particular para fazer o exame. O governo do Estado e a Prefeitura de Rio Branco tomaram todas as providências, inclusive iniciando o bloqueio químico em toda a região. A mulher, que hoje está no 6 mês de gravidez, é acompanhada principalmente para evitar que a criança venha desenvolver a microcefalia.
De acordo com o Ministério da Saúde, o Zika é um vírus transmitido pelo Aedes aegypti e identificado pela primeira vez no Brasil em abril de 2015. O vírus Zika recebeu a mesma denominação do local de origem de sua identificação em 1947, após detecção em macacos sentinelas para monitoramento da febre amarela, na floresta Zika, em Uganda.
O MS informa em seu site que: “cerca de 80% das pessoas infectadas pelo vírus Zika não desenvolvem manifestações clínicas. Os principais sintomas são dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos. Outros sintomas menos frequentes são inchaço no corpo, dor de garganta, tosse e vômitos”.
Segundo o ministério, no geral, a evolução da doença é benigna e os sintomas desaparecem espontaneamente após três a sete dias. No entanto, a dor nas articulações pode persistir por aproximadamente um mês. Formas graves e atípicas são raras, mas quando ocorrem podem, excepcionalmente, evoluir para óbito, como identificado no mês de novembro de 2015, pela primeira vez na história.
Com informações da Agência de Notícias do Acre

Brasil comemora 84 anos da conquista do voto feminino

Nesta quarta-feira, 24, o Brasil comemora 84 anos da conquista do voto feminino. Foi em 1932, por meio do decreto 21.076 do Código Eleitoral Provisório, após intensa campanha nacional, que as mulheres conseguiram o direito de escolher seus representantes.
Com a consolidação da participação feminina nas eleições, a mulher passou a conquistar cada vez mais seu espaço no cenário político brasileiro. Hoje, há mulheres em todos os cargos eletivos.
Além da Presidência da República, no Acre sua população é representada por uma vice-governadora, uma deputada federal e três deputadas estaduais.
O governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Política para as Mulheres (SEPMulheres), realiza um trabalho permanente de empoderamento da classe feminina, com o objetivo de inseri-las, cada vez mais, no meio político.
“Trabalhamos para capacitar nossas mulheres, para torná-las qualificadas para o papel de parlamentar. Precisamos de lideranças conscientes do seu papel na política. Nossas mulheres precisam lutar pela garantia da igualdade de gênero e racial, e ter compromisso com a sociedade e propostas que condizem com a atual realidade brasileira”, comentou Concita Maia, secretária Estadual de Política para as Mulheres.
No dia 31 de março deste ano, a SEPMulheres, em parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF), com o apoio do governo federal, por meio da Secretaria Nacional de Política para as Mulheres, vai realizar o seminário “Mais Mulheres no Poder”, com o objetivo de reunir e qualificar lideranças que tenham potencial para assumir cargos políticos em todo o Acre, independentemente de partido político.
Da Agência Acre

25 de fevereiro de 2016

Governo do Estado e Dnit iniciam obras da Avenida Marinho Monte

Após um pedido da população de Brasileia, Tião Viana assumiu a recuperação da Avenida Marinho Monte, junto ao Dnit (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Após pedido da população de Brasileia, Tião Viana assumiu recuperação da Avenida Marinho Monte junto ao Dnit (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
O governador Tião Viana esteve em Brasileia na manhã desta quarta-feira, 24, onde deu início, junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), às obras de recuperação da Avenida Marinho Monte. O anúncio foi dado para a população da cidade, em um grande ato, na própria avenida.
A Avenida Marinho Monte é hoje a mais importante de Brasileia, reunindo os maiores comerciantes da região e sendo a porta de saída para Assis Brasil e o Peru, por meio da BR-317. Ainda assim, seu estado é de total degradação, tomada por buracos, lama e poeira.
Há algum tempo, um grupo de empresários de Brasileia, angustiado com a situação da avenida, fundou o movimento SOS Marinho Monte e buscou ajuda com o governador Tião Viana.
Mesmo a avenida sendo de responsabilidade da prefeitura, que não iniciou nenhum trabalho de recuperação, e vendo a importância da avenida para a população, Tião Viana resolveu assumi-la junto ao Dnit.
“Por oito vezes eu pedi à prefeitura que deixasse o governo do Estado fazer essa avenida, e todas me foram negadas. Mas hoje estamos iniciando uma obra que vai custar em torno de R$ 5 a 6 milhões, para que a população de Brasileia possa se sentir representada e admire um de seus espaços mais importantes”, disse o governador Tião Viana.
Recuperação completa
O governo e o Dnit recuperarão cerca de 1,6 mil metros da avenida. O supervisor de obras do Dnit no Acre, Tiago Caetano, explicou que será feita a raspagem da via, com uma nova base em mistura de solo e brita, além do asfaltamento completo e das calçadas.
O Dnit protocolou documento para retirar os direitos da prefeitura de Brasileia de executar obras na avenida, que também faz parte da BR-317.
Um dos fundadores do SOS Marinho Monte, o comerciante Cláudio Amorim, revelou: “Procuramos a prefeitura várias vezes, que não nos recebeu adequadamente e disse que não tinha como fazer a obra. Mas o governador Tião Viana nos recebeu de braços abertos e, dessa vez, vai sair a [Avenida] Marinho Monte, algo que esperamos há dez anos”.
A luta pela recuperação da Avenida Marinho Monte também contou com o apoio dos deputados estaduais Leila Galvão, Daniel Zen, Lourival Marques e Jonas Lima e do presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Ney Amorim, além dos deputados federais Leo de Brito e Raimundo Angelim e do senador Jorge Viana.

20 de fevereiro de 2016

Vereador "Chicão" troca o PCdoB pelo PP de Gladson Cameli

O vereador Francisco Alves Guimarães "Chicão" aderiu ao projeto do senador Gladson Cameli (PP) - atual líder da oposição no Estado -, neste sábado, 20, em Rio Branco. Chicão deixou o PCdoB e voltou a casa aonde começou sua trajetória no Partido Progressista (antes chamado PDS).
Chicão é mais uma das ovelhas da política que o Senador progressista arrebata para seu projeto de si tornar governador do Estado em 2018. 
A última vez que o PP teve um representante na Câmara de vereadores de Jordão foi em 2004, na época foram eleitos pelo partido Albanir Gomes e Bibiu Aragão (atual vice-prefeito), porém logo mudaram de sigla. 
Chicão foi eleito vereador na primeira legislatura do município em 1992 pelo PDS, ano que o município se tornou emancipado politicamente de Tarauacá. Em 1996 por problema na ficha de filiação partidária não concorreu a eleição, colocando no pleito sua esposa Moça, que logrou êxito nas urnas. Em 2000 disputou novamente a eleição pelo PPB (ex-PDS) sendo vitorioso. Reeleito em 2004 pelo PMDB, depois migrou para o PCdoB sendo eleito em 2008, e reeleito em 2012. Chicão presidiu a Câmara de Jordão de 2010 a 2014.
A filiação de hoje foi apenas para registro no TRE Acre, contudo, será realizado um ato de filiação em Jordão na presença do senador Gladson e líderes da oposição no município. A vinda de Chicão significa apoio a chapa do PMDB que terá na cabeça Esperidião Júnior. 
Por Leandro Matthaus - Blog Tarauacá Agora

Escola Jairo de Figueiredo Melo recebe mutirão de limpeza para início do ano letivo

Profissionais realizaram um mutirão de ações na escola (Foto: reprodução/ Vagner Souza)
Desde a ultima sexta-feira, 12 de fevereiro, a gestão da escola Jairo vem realizando um mutirão de limpeza, para que as aulas possam iniciar com a estrutura da escola em melhores condições de receber os alunos.
Para ajudar na limpeza e organização do espaço físico da escola, contamos com o apoio do Núcleo de Educação, professores, servidores de apoio e também da secretaria de Obras do Município. A diretora Nágela Figueiredo ressaltou ainda que “é um desafio, mas que só vamos conseguir vencer com a ajuda de todos, e assim deixar a escola em bom estado para receber os alunos neste ano letivo 2016, a estrutura da escola, salas de aulas, cantina, banheiros, de cadeiras e arredores encontravam-se precisando urgente de limpeza e organização, mas que já está tudo quase pronto para início das aulas. É interessante informar que a Secretaria de Estado de Educação já nos garantiu uma mini-reforma e troca de toda cobertura da escola.”
Mesmo com todo trabalho desenvolvido, a escola continuou realizando matrículas e seus serviços administrativos não pararam. Já se encontram matriculados 395 alunos, divididos entre ensino fundamental e médio, sendo que muitos alunos ainda não compareceram para renovar suas matrículas. O início das aulas será dia segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016.
Nova equipe para o quadriênio 2016/2020 (Foto: reprodução/ Vagner Souza)
Dia 05 de fevereiro de 2016, foi publicada no diário Oficial do Estado do Acre a portaria nº 160/2016 que nomeia os novos diretores de escolas do Estado do Acre.
Para assumir o cargo de diretora da escola Jairo de Figueiredo Melo, no município de Jordão foi nomeada a professora Nágela Maria de Figueiredo Silva, que indicou para fazer parte de sua equipe a professora Sandra Vale de Almeida, como coordenadora de ensino e o servidor Antonio Vagner de Souza Paiva, para coordenador administrativo.
A gestão assume compromisso para no quadriênio 2016/2020 elevar a índice de educação da escola e ainda, trabalhar junto com a comunidade tanto escolar, professores, coordenadores e servidores de apoio, como também pais e responsáveis por alunos para desenvolverem um trabalho harmonioso, onde cada um possa auxiliar no melhoramento da qualidade de ensino, que é o bem mais precioso que se pode deixar a juventude e direito garantido à todos pela Constituição brasileira.
Para assumir o cargo de secretária escolar, foi nomeada a professora Maria José Sombra, do quadro administrativo efetivo.
Vagner Souza

19 de fevereiro de 2016

Felicidades ao amigo Elielson Aguiar

Recebi a ligação do amigo Elielson Aguiaremocionado, compartilhando um dos momentos de maior alegria e sucesso em sua vida profissional, a aprovação na última etapa do processo, para conquista do registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). 
Jovem, carismatico e humilde, Elielson é natural de Feijó, mas foi "adotado" e amado pelos jordanenses. Por telefone, entre poucas palavras, em voz trêmula ele afirmou: "Pode ter certeza que irei honrar com a nossa 'terrinha', amigo".
Kezio Araújo

Ifac atende 18 comunidades indígenas com cursos do Pronatec

O Instituto Federal do Acre (Ifac) está oferecendo cursos de formação inicial e continuada pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para 18 comunidades indígenas em oito municípios do Acre, incluindo quatro considerados de difícil acesso (Jordão, Marechal Thaumaturgo, Santa Rosa do Purus e Porto Walter).
Os cursos foram escolhidos pelas comunidades e os professores contratados são a maioria indígena, tendo sido selecionados por edital específico para atendê-los.
A iniciativa do Instituto Federal vem sendo consolidada após projeto experimental realizado o ano passado na regional de Tarauacá-Envira e aprimorado para outras regiões com o apoio da Fundação Nacional do Índio (Funai) – parceira da realização dos cursos – e organizações não-governamentais indígenas. 
Em março, equipe de profissionais da Diretoria Sistêmica de Programas Especiais da Reitoria do Ifac – gestora do Pronatec – estará indo as comunidades para documentar a experiência, visando aprimorá-la e difundi-la para a Rede Federal.
Uma prévia das ações que estão sendo realizadas no Vale do Juruá foi registrada esta semana (terça, dia 16 de fevereiro) pelo jornalista Flaviano Schneider e o repórter fotográfico Onofre Brito pela Agência de Notícias do Acre, órgão do Sistema Público de Comunicação do Estado. Confira: 
Acre serve de laboratório para implantação do Pronatec Indígena
Os povos indígenas Puyanawa e Katuquina receberam na terça-feira, 16, a visita de um grupo de profissionais do Instituto Federal do Acre (Ifac) de Cruzeiro do Sul, ligados à execução de cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).
O motivo foi avaliar os resultados e preparar um documentário sobre os cursos que ora vêm sendo realizados nas aldeias, na modalidade de Pronatec Indígena, uma novidade dentro do programa, em que o Acre está servindo de laboratório para expandir a experiência para outras unidades da Federação.
Criado em 2011 pelo governo federal, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) já chegou a mais de 70 mil pessoas no Acre com cursos de formação profissional e tecnológica em várias áreas, tendo como principais executores o Ifac e o Centro de Formação e Tecnologias do Juruá (Ceflora), que é ligado ao Instituto Dom Moacyr.
A equipe de visitantes foi formada pelos seguintes: Aline Silva, coordenadora adjunta do Pronatec/Ifac no Vale do Juruá; Blenda Moura, coordenadora do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (Neabi); Lídia Gomes Magalhães, orientadora social; Donizete Maia Azevedo, supervisor do curso; Éderson Silveira, professor; Maria José Ricardo, professora e Fabíola Pereira da Paixão, apoio administrativo.
Artesanato e agricultura
 Na Terra Indígena (TI) Puyanawa está sendo realizado o curso de artesão de artigos indígenas e na TI Katuquina o curso de agricultor agroflorestal, ambos com 200 horas de aula. O curso de artesão está sendo frequentado por 17 índios puyanawas e três nawas enquanto o de agricultura é frequentado por 20 jovens katuquinas, todos alunos do ensino médio.
Para realizar os cursos entre os indígenas, foi fundamental a parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai). O coordenador regional da Funai, Luís Nukini, que acompanhou a visita aos puyanawas, considera os cursos do Pronatec uma contribuição ao fortalecimento da cultura e da organização interna dos povos indígenas. Ele explica que o processo se iniciou primeiro por uma demanda das próprias comunidades indígenas. Há dois anos houve o fortalecimento da Funai na região e a busca de parcerias com instituições que pudessem atender a essas demandas e finalmente concretizou-se a parceria com o Ifac/Pronatec. “O curso está possibilitando aos puyanawas refletir sobre sua história e recordar como foi o artesanato de seus antepassados” atestou.
O índio Davi Puyanawa tem sido um ícone no que toca ao resgate do artesanato tradicional de seu povo. Ele é formado em Artes na Universidade Federal do Acre (Ufac) e para o seu trabalho de conclusão do curso (TCC) pesquisou e descobriu 35 tipos de artesanato tradicionais e quase totalmente esquecidos na atualidade.
Ele e mais um colega índio foram contratados pelo Ifac para ministrarem o curso. Os artesãos em formação estão aprendendo a tecer com o cipó titica e fazer peças utilizando palha de buriti e fibra de tucum. Dentre os objetos estão cestos, jamaxi, caçoá, balaios e outros apetrechos.
Para o cacique Joel Puyanawa, o curso chegou na hora certa: “Nosso povo está vivenciando um novo momento da revitalização da cultura e da tradição e vemos com alegria que as pessoas da comunidade queiram participar desse resgate”.
Joel conta que a agricultura, especialmente a produção de farinha, é a principal atividade econômica das duas aldeias (Barão e Ipiranga), mas com o desenvolvimento do artesanato poderá sair daí um importante complemento de renda.
Para o curso de agricultor agroflorestal na TI Katukina também foram contatados dois monitores indígenas, além de dois professores do Ifac. O curso de agricultor agroflorestal, além de fornecer conhecimentos gerais sobre os sistemas agroflorestais, procura resgatar e aprimorar as técnicas tradicionais de plantio e manejo da terra.
O líder da Aldeia Samaúma, umas das seis existentes na TI Katukina, Poá Katuquina, mostrou-se agradecido aos órgãos que propiciaram o curso. Ele, que é agente agroflorestal, considera que depois do curso os jovens vão contribuir muito no trabalho com as comunidades locais: “Sempre digo aos alunos: aproveitem esta oportunidade vocês são jovens e tem muito a aprender pela frente”
Ascom Ifac

ABRACRIM-AC presta homenagem a Elias Antunes

Estudantes do Jordão compõem a associação (Foto: Reprodução/ Blog Sanderson Moura)
A Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas do Estado do Acre – ABRACRIM-AC tem a honra de reconhecer e aplaudir os relevantes serviços prestados à defesa criminal que o advogado Elias Antunes Aguiar, há quase três décadas, soube bem viver e expressar com originalidade, irreverência e poesia, a exemplo de certo dia quando na tribuna da Câmara Criminal composta por três desembargadores, à época, Francisco Praça, Feliciano Vasconcelos e Arquilau Melo, ao ter a apelação negada e a prisão do apelante decretada, de pronto tirou os seguintes versos, ouvidos pelas autoridades judiciárias com espanto ao mesmo tempo que com bom humor:
“Valei-me Deus do Céu, nosso Pai Celestial
O Diabo tomou conta da nossa Câmara Criminal
Composta pelo Praga, o Infelizciano e o Arquimau.”
São versos carismáticos e cheios de nordestinidade misturados com a eloquência do criminalista diante da adversidade da pratica profissional.
Por meio de seu presidente, Sanderson Moura, neste ato outorga-se a Elias Antunes Aguiar o título de Membro Honorário da ABRACRIM-AC, oportunidade que enaltece as virtudes da coragem, da pugnicidade, da determinação, da honestidade, do viver no meio do povo e expressar sua maneira de ser e de argumentar que foram qualidades visíveis neste grande e tradicional criminalista das terras acreanas.
Fonte: Blog do Sanderson Moura

Mais quatro jovens do Jordão são aprovados na Ufac

Igor Menezes - Artes Cênicas
Leandro Matthaus - Letras/ Português
Tacilene Jorge - Engenharia Florestal

Yan Dias - Engenharia Agronômica

Prefeitura de Porto Acre oferta mais de 60 vagas para cargos de nível médio e superior

A Prefeitura de Porto Acre publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira, 16, o edital do processo seletivo simplificado para contratação de mais 60 profissionais que irão atuar na Secretaria Municipal de Educação e Cultura.
São 20 vagas, sendo 10 imediatas e outras 10 para cadastro de reserva, para professor do 1º ao 5º Ano (Nível Superior); professor do 1º ao 5º Ano (Formação Nível Médio ou graduação) 07 vagas; Nutricionista (01 vaga); auxiliar de Serviços Gerais (30 vagas); Vigia de escola (10 vagas).
Os salários para o cargo de professor Nível Médio – R$ 1.000,00;Professor Nível Superior – R$ 1.250,00; auxiliar de Serviços Gerais – R$ 880,00; Vigia de escola – R$ 880,00; Nutricionista – R$ 1.417,00.
As inscrições e entrega de documentos para o processo seletivo deverão ser realizadas pessoalmente, na Escola Municipal Nilce Machado da Rocha – Rua Luiz Galvez, nº 1.163, bairro Jose Galdino, no horário de 8:00h às 13:00h horas, no período de 16 e 17/02/2016, através do preenchimento da Ficha de Inscrição. O processo seletivo constará de duas etapas: Análise de Currículo e Investigação social, de caráter eliminatório e classificatório. O resultado da análise de Currículos será divulgado no dia 22/02/2016.
No ato da inscrição, o candidato deverá entregar: Currículo, acompanhado de documentação comprobatória;Cópias de documentos pessoais, acompanhados dos originais: RG, CPF, Título de Eleitor, Comprovante de residência; Declaração de experiência, carimbada pelo órgão de origem e assinada pelo responsável e uma foto 3×4.
Da redação ac24horas