30 de novembro de 2012

ESPORTE: Jiu Jiteiros de Jordão recebem graduação ao participar de Seminário em Tarauacá

Franquinei Araújo, Stênio Oliveira, Kézio Araújo e Cleito Saraiva

Os praticantes da Arte Suave (Jiu Jitsu) de Jordão, que representam a Academia Samuray Gold Team neste município, participaram na ultima terça-feira (27) em Tarauacá, de um seminário da referida arte, aplicado pelo Mestre Stênio Oliveira.

Os jovens, Kézio Araújo, Cleito Saraiva e Franquinei Araújo residem em um dos municípios mais isolados do Estado do Acre, vêm desenvolvendo esta atividade há mais de 5 (cinco) anos e foram graduados neste seminário, agora, Jordão tem dois faixas azuis e um roxa, atuantes no esporte local.

Nossos agradecimentos ao Mestre Stênio Oliveira, Academia Samuray Gold Team de Tarauacá, Marcos Martins, aos nossos apoiadores, Prefeitura de Jordão, Comercial Maia, Comercial Manuela (A.E. Modesto) e Maçonaria. 
Kézio Araújo recebendo Faixa Roxa de Stênio Oliveira
Cleito Saraiva recebendo Faixa Azul de Stênio Oliveira
Franquinei Araújo recebendo Faixa Azul de Stênio Oliveira

PROGRESSO: Prefeitura de Jordão conclui pavimentação da Rua Pompilio Maia Viana


Visando a melhor qualidade de vida de seus munícipes, a Prefeitura Municipal de Jordão concluiu mais uma importante obra na cidade, a pavimentação em tijolos maciços da Rua Pompílio Maia Viana.

O investimento no valor de 206.185,57 (duzentos e seis mil e cento e oitenta e cinco reais e cinquenta e sete centavos) é fruto de parceria da Prefeitura de Jordão com o Governo Federal.

A Rua Pompilio Maia Viana é a única via de acesso dos moradores do Bairro Sueiro Sales ao Aeroporto Municipal, facilitando ainda o transito de veículos na cidade, contribuindo para realização de atividades de coletas de lixos, traslado de pacientes na ambulância, entre outras.
ANTES



HOJE





 


JORDÃO: Cerimônia de Diplomação dos Eleitos acontece neste domingo


Os candidatos eleitos no último dia 7 de outubro em Tarauacá e Jordão, municípios que compões a 5ª Zona Eleitoral do Acre, serão diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral, neste domingo, 02 de dezembro. Tarauacá e Jordão são os primeiros municípios da agenda de diplomações de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores eleitos e suplentes.
Juiza Eleitoral - Joelma Ribeiro
Na cerimônia que acontece às 9 horas da manhã, no Auditório do Fórum Desembargador Mario Strano, será conduzida pela Juíza eleitoral Joelma Ribeiro e a entrada será restrita aos candidatos, acompanhantes, imprensa e membros da justiça eleitoral.

Serão diplomados o prefeito eleito do município, Rodrigo Damasceno (PT), seu vice Chagas Batista (PC do B), os nove vereadores e seus suplentes, assim como na mesma solenidade, também em Tarauacá, o TRE diplomará o prefeito eleito de Jordão, Elson Farias (PC do B), seu vice Bibiu Aragão (PT), os vereadores eleitos do município e seus suplentes.
Conheça os candidatos eleitos de Jordão.

PREFEITO
Prefeito ELEITO
48,69% 1.585 votos 
PC do B Partido Comunista do Brasil
Coligação: Frente Popular de Jordão
 
VEREADORES 
Vereadora ELEITO POR QP
7,46% 243 votos 
PC do B Partido Comunista do Brasil
Coligação: Frente Popular de Jordão
 
Vereador ELEITO POR QP
6,47% 211 votos 
PC do B Partido Comunista do Brasil
Coligação: Frente Popular de Jordão

Vereador ELEITO POR QP
5,65% 184 votos 
PT Partido dos Trabalhadores
Coligação: Frente Popular de Jordão
 
Vereadora ELEITO POR QP
5,46% 178 votos 
PMDB Partido do Movimento Democrático Brasileiro
Vereador ELEITO POR QP
5,40% 176 votos 
PSDB Partido da Social Democracia Brasileira
Coligação: União para Mudança de Jordão
 
Vereador ELEITO POR QP
4,82% 157 votos 
PMDB Partido do Movimento Democrático Brasileiro
 
Vereador ELEITO POR QP
4,45% 145 votos 
PC do B Partido Comunista do Brasil
Coligação: Frente Popular de Jordão
 
Vereador ELEITO POR MÉDIA
4,39% 143 votos 
PC do B Partido Comunista do Brasil
Coligação: Frente Popular de Jordão
 
 
Vereador ELEITO POR QP
2,95% 96 votos 
PSDB Partido da Social Democracia Brasileira
Coligação: União para Mudança de Jordão

Com informações do Portal Tarauacá

27 de novembro de 2012

Na Aleac, Walter Prado denuncia onda de violência em Tarauacá


O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Walter Prado (PEN), usou a tribuna do parlamento para denunciar o suposto aumento da violência no município de Tarauacá.


Prado afirmou que nas últimas 24 horas foram registrados mais de 20 arrombamentos a residências e ocorreu também uma violação a um túmulo no cemitério local.

“Até mesmo o cemitério está sendo palco de vandalismo. Violaram o túmulo do jovem Leandro, assassinado recentemente”, diz.

Prado afirmou, ainda, que medidas de seguranças devem ser tomadas de imediato para pôr fim à onda da violência.

“Não tem mistério, o jeito é colocar policiamento na rua e neste caso não adianta ser polícia investigativa, tem que ser a Policia Militar na rua”, diz.

Astério Moreira (PEN) apoiou o discurso de Walter Prado e disse que este é um padrão no País inteiro.

“É um absurdo o que acontece aqui com relação à violência, assim também como em Porto velho e no resto do país”.

O líder do governo na Aleac, Moisés Diniz (PC do B), propôs que a Comissão de Constituição e Justiça e a Comissão de Direitos Humanos realizem uma audiência pública em Tarauacá, na próxima sexta-feira (30), para ouvir a comunidade local e autoridades sobre a violência naquela cidade.

Wherles Rocha, líder do PSDB no parlamento, apoiou a sugestão do líder comunista e afirmou que é necessário o engajamento de toda a sociedade para pôr fim à onda de violência que assola o Estado.

Gina Menezes, da Agência ContilNet

26 de novembro de 2012

“O Palácio é dos prefeitos”, diz Tião Viana ao propor conciliação regional


Conciliação regional. Este é o nome da parceria proposta pelo governador Tião Viana aos 22 prefeitos eleitos no Acre  (Foto: Sérgio Vale/Secom)
Conciliação regional. Este é o nome da parceria proposta pelo governador Tião Viana aos 22 prefeitos eleitos no Acre. Independente de cor partidária, o Estado está disposto a trabalhar em conjunto com todas as prefeituras tendo um objetivo em comum: a melhoria da qualidade de vida do povo acreano. É para formalizar este compromisso que os prefeitos eleitos estão reunidos no Palácio Rio Branco nesta segunda-feira, 26.
“Este é um encontro muito importante para o governo, porque é um momento de reafirmar a democracia e o único caminho para encontrar saídas para o Acre é o fortalecimento institucional. As prefeituras são instituições e precisam estar fortalecidas. Hoje é o dia para dizer que estamos juntos, que não vamos partidarizar investimentos, mas queremos respeito e atitude, e se houver desvios éticos não haverá acordo. Não importa o resultado eleitoral, o que temos agora é a devida e justa medida do que deve ser feito pelo povo”, disse o governador.
Tião Viana disse ainda que o “Palácio Rio Branco é dos prefeitos. Estamos juntos. O governo quer uma relação de mão dupla, de portas abertas e de verdades. É a verdade que tem que nos unir. Vocês vão receber o número do meu celular, que fica ligado 24 horas e podem me ligar a qualquer momento. Mas espero o mesmo de vocês”, comentou.
Além dos prefeitos de 19 municípios – Cruzeiro do Sul, Senador Guiomard e Plácido de Castro não compareceram e apenas o prefeito eleito de Plácido de Castro Justificou a ausência – participam do encontro os senadores Jorge Viana e Aníbal Diniz, vice-presidente do senado, deputados estaduais e federais. O representante do governo federal, Júlio Hector Marin, também se fez presente e anunciou um encontro nos mesmos moldes do realizado por Tião Viana para falar dos investimentos federais nos municípios.
 “Há uma dívida com o norte e é preciso ter um olhar diferenciado para a região. É por isso que a maior parte das verbas do PAC [Programa de Aceleração do Crescimento] são voltadas para o norte. A nossa relação tem que ser de parceria”, disse.
O presidente da Assembleia Legislativa, Elson Santiago, disse que a casa estará a disposição para auxiliar no que for possível e votar projetos que busque o desenvolvimento do estado e o benefício da população.
Aníbal Diniz, vice-presidente do Senado, após cumprimentar o governador pela iniciativa, se colocou, junto com o senador Jorge Viana, a disposição dos prefeitos eleitos. “Viemos aqui dizer que estamos juntos. É nos municípios que as pessoas vivem e para fazer das cidades um bom lugar para se viver é preciso que todos tenhamos prefeitos muito ativos. Boa sorte a todos vocês”.
O tamanho do desafio de cada prefeito foi lembrando pelo senador Jorge Viana: “Vocês são o lado mais fraco na esfera da federação e o estado está ao lado de vocês, que assumem um grande desafio pela frente. Não será fácil, algumas prefeituras enfrentam muitos problemas, e por isso é importante estarmos juntos pelo povo do Acre”.

Angelim aconselha prefeitos eleitos
Para o prefeito Raimundo Angelim, que entregará  o bastão da capital ao seu sucessor, Marcus Alexandre, “o governador tem uma visão muito republicana e agora propõe somar forças pelo desenvolvimento das condições das melhorias da qualidade de vida. Em 2014 cada um vai subir no seu palanque, mas até lá precisaremos estar unidos. Vivemos uma crise muito forte, que impacta o Brasil e consequentemente, estados e municípios, e é necessário ter estratégias”.
Angelim, com sua experiência de oito anos liderando a prefeitura da capital e a Associação dos Municípios do Acre (Amac) aconselhou os futuros prefeitos, que enfrentarão, em sua maioria, a questão da inadimplência: “Os prefeitos devem trabalhar com muito planejamento, com um olho nas ações e outro no caixa da prefeitura. Uma saída é fazer bons projetos, e não apresentar projetos sem consistência, e buscar apoio, todo o apoio que puder”, explicou.
Marcus Alexandre, prefeito eleito de Rio Branco e próximo presidente da Amac, se disse disposto a auxiliar todas as prefeituras no que for possível para que elas consigam acessar os recursos federais e regularizar a situação da inadimplência que algumas enfrentam. “A Amac estará a disposição das prefeituras para que todos possam ser ajudados. Já buscamos apoio da bancada federal e conversamos com os deputados para que se sensibilizem e coloquem recursos para as prefeituras. Este gesto do governador Tião Viana em propor esta conciliação é de muita grandeza e vamos expor aqui as necessidades dos municípios, nossas dificuldades e buscar soluções”, comentou.

JORDÃO: Leondo Arcênio é o Vencedor do III Festival da Canção

Foi realizada na noite do último sábado (24 de novembro) no Centro Cultural Melodias, a terceira edição de um dos maiores shows de talentos do município, o III Festival da Canção de Jordão.

O Prefeito de Jordão - Hilário de Holanda Melo, a Coordenadora de Cultura - Nárdia Synara, o Baterista - Fábio Fernandes, o Gestor do DEPASA - Antonio Aurisérgio e a Irmã Nonata Aguiar Bezerra, foram os 05 (cinco) Jurados convidados para compor a Mesa e avaliar os critérios citados no edital. Sob apresentação de Kézio Araújo, os 12 (doze) candidatos iniciaram suas apresentações com composições inéditas e de própria autoria, classificando-se apenas 05 (cinco) para a segunda etapa (final). Na etapa seguinte, os classificados fizeram a nova apresentação musical, onde cada jurado votou no artista que obteve maior desempenho.

Quase que por unanimidade, com 4 (quatro) votos, Francisco Leondo Arcênio Silva (Música: Eterno Amor) foi escolhido o novo talento do III Festival da Canção de Jordão e recebeu a premiação de R$ 1.000,00 (Mil reais), em segundo lugar, obtendo 1 (um) voto, Antonio do Nascimento (Marazona) que já havia vencido as duas edições anteriores do Festival, recebeu a premiação de R$ 500,00 (quinhentos reais), a terceira posição foi escolhida pelo o público, que através de aplausos, selecionaram o jovem Nertan Mendonça Matos, que recebeu 01 (um) violão.

O III Festival da Canção de Jordão é um projeto de Adeilson Zumba, com os apoios do Governo do Acre, Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour, Prefeitura Municipal de Jordão, ACMS Contabilidades, Frios Lambe Sal e Panificadora Vitória, que tem como objetivo identificar e revelar novos talentos da música local proporcionando um momento de troca de experiências e aprendizado aos participantes.
Kézio Araújo - Apresentador
Adeilson Zumba, Jurados e Público
Todos os candidatos do III FECAN de Jordão
Cinco classificados para a grande final
Prefeito Melo realizando entrega da premiação de 1.000,00 ao Leondo
Ir. Nonata realizando entrega da premiação 500,00 ao Marazona
Synara realizando entrega do violão ao Nertan

23 de novembro de 2012

JORDÃO: Animais soltos nas Ruas – Criadores pagarão multas de 10% do Salário Mínimo.


Devido às constantes reclamações da comunidade, sobre o grande número de animais (na maioria cães e bois) circulando nas ruas, a Prefeitura Municipal de Jordão, através do Setor de Meio Ambiente, comunica a todos os criadores de animais para que não deixem os mesmos trafegarem pelas ruas da cidade.

O Comunicado informa que se comprovado, os criadores poderão ser multados com 10% (dez porcento) do salário mínimo vigente no país, como o salário mínimo atual é de R$ 622,00 (seiscentos e vinte e dois reais), a multa fica em R$ 62,20 (sessenta e dois reais e vinte centavos), de acordo com a Lei Municipal nº 23/2011, conforme Art. 2º e 3º desta.
Artur Samosa - Chefe do Setor de Meio Ambiente de Jordão - Acre
Em conversa com o Chefe do Setor de Meio Ambiente, Artur Castelo Samosa, o mesmo declarou que a lei será cumprida ao pé da letra, pois, há constantes reclamações de populares, e a situação vêm causando muitos transtornos. Samosa relatou ainda o caso que ocorreu há alguns dias atrás, quando uma criança a caminho da escola foi atacada por um cão, lhe causando danos materiais e estéticos. “Pedimos aos criadores que cães que os mantenham presos em seus quintais, quanto aos criadores de gado, devem encaminhar seus rebanhos às colônias e fazendas, se fazendo valer a Lei para evitar transtornos maiores”.

Confira o comunicado e a Lei Municipal clicando nas imagens abaixo.
COMUNICADO - Clique na imagem para ampliar
LEI - Clique na imagem para ampliar

FUTEBOL: Mano deixa o comando da Seleção: CBF anunciará substituto em janeiro



Mano Menezes não é mais técnico da seleção brasileira. A decisão foi tomada nesta sexta-feira após reunião na Federação Paulista de Futebol (FPF), em São Paulo, entre o presidente da CBF, José Maria Marin, o vice Marco Polo del Nero, e o diretor de Seleções, Andrés Sanches. A entidade vai anunciar nas próximas horas de forma oficial a saída do comandante da equipe nacional. O novo técnico será escolhido pela entidade apenas no início de janeiro: Tite (Corinthians),Muricy Ramalho (Santos) e Luiz Felipe Scolari (ex-Palmeiras) estão cotados.

O diretor de Seleções da CBF, Andrés Sanches, deixou a reunião com uma dúvida: permanecer ou não no cargo após a saída de Mano. O ex-presidente do Corinthians pediu mais tempo para tomar a decisão e deverá dar uma coletiva ainda nesta sexta, às 17h, na sede da FPF.

Mano Menezes foi comunicado da decisão por Andrés logo após a reunião. O treinador soube da informação em São Paulo e não vai se pronunciar sobre a demissão. O técnico foi contratado em julho de 2010 pelo então presidente Ricardo Teixeira como substituto de Dunga.

Leia mais no Globo Esporte

Salário mínimo previsto para 2013 é de R$ 674,95


Brasília - O valor do salário mínimo previsto para entrar em vigor a partir de janeiro de 2013 será R$ 674,95, um ganho de R$ 4 em relação à expectativa anunciada anteriormente de R$ 670,95. O reajuste se deve à atualização dos parâmetros macroeconômicos enviados hoje (21) pelo Executivo para o Congresso.

Os cálculos do governo elevaram de 5% para 5,63% a previsão de inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para 2012, um dos índices usados para o cálculo do reajuste do valor do mínimo.

O novo índice será usado na proposta orçamentária para 2013 em análise na Comissão Mista de Orçamento do Congresso. Pelos cálculos do Ministério do Planejamento, a elevação de 0,63 ponto percentual do INPC terá impacto de R$ 1,243 bilhão nos gastos com benefícios previdenciários e assistenciais vinculados ao salário mínimo, como aposentadorias e pensões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), seguro-desemprego e abono salarial.

A atualização manteve o crescimento real do produto interno bruto (PIB), para 2013, em 4,5%, mas rebaixou de 3% para 2% o crescimento deste ano. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) estabelece que o Executivo envie a atualização dos parâmetros da economia. Os números são usados na avaliação da despesa e da receita para o próximo Orçamento.

Iolando Lourenço e Ivan Richard - Repórteres da Agência Brasil

21 de novembro de 2012

Indígenas do Jordão participam do primeiro módulo da capacitação de agentes comunitários de saúde indígena

Um total de 62 índios de diversas etnias participaram da primeira etapa de capacitação de Acis (Foto: Onofre Brito)
A Escola de Saúde Maria Moreira da Rocha, que pertence à estrutura do Instituto Dom Moacyr (IDM), encerrou o primeiro módulo da capacitação de agentes comunitários de saúde indígena (Acis) para índios de Feijó, Tarauacá, Jordão e Marechal Thaumaturgo. Um total de 62 índios das etnias huni kuin, ashaninka e shanenawa participaram dessa primeira etapa, que durou 15 dias. O curso é oferecido graças a uma parceria entre o governo do Estado, a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei).
O curso prossegue em fevereiro de 2013, com o segundo módulo, e termina em setembro, com a realização do terceiro módulo. Na próxima segunda-feira, será a vez de uma nova turma de 52 índios, de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima, iniciarem o curso. Assim, em toda a região serão capacitados 103 índios. No Estado serão capacitados 300 agentes comunitários de saúde indígena.
Segundo Jozadaque da Silva Beserra, técnico em enfermagem e mediador do curso, para repassar o conteúdo do curso é utilizada linguagem simples, com recursos como imagens, porque alguns dos Acis não têm formação fundamental. A temática envolveu principalmente as doenças diarreicas agudas (ddas) e as infecções respiratórias agudas (iras), desde as definições até as maneiras de preveni-las. As aulas ocorreram no Centro Diocesano e, no período, os índios ficaram ali mesmo hospedados.
Importantes conhecimentos
“Aprendi e espero aprender ainda mais para levar para minha aldeia”, diz Tchuã, da etnia huni kuin (Foto: Onofre Brito)
“Aprendi e espero aprender ainda mais para levar até minha aldeia”, diz Tchuã, da etnia huni kuin (Foto: Onofre Brito)
O índio Delgilson Sérgio Sabóia (Tchanã Maxã), da etnia huni kuin, mora na Terra Indígena do Humaitá, situada às margens do Rio Muru, em Tarauacá. A aldeia São Vicente, onde vive, tem 96 moradores. No período chuvoso, para viajar da aldeia até Tarauacá gastam-se três dias; no verão, no mínimo seis dias de batelão. Por isso, Sabóia achou muito importante sua participação no curso, destacando o que aprendera sobre prevenção, pois, segundo ele, é muito difícil retirar alguém doente de dentro da aldeia para levar a Tarauacá. “Estou levando muitas informações novas para minha aldeia, é para a comunidade ouvir e pôr em prática. Lá tem mais diarreia e gripe, mas espero que com nosso trabalho a gente diminua cada vez mais as doenças”, afirmou.
Já o índio Antônio Paulino Sereno (Tchuã), também huni kuin, é ainda de mais longe: ele mora na primeira aldeia situada no Rio Jordão: a Novo Lugar, que tem 48 moradores. Tchuã contou que pela primeira vez sua aldeia participa de um curso dessa natureza. “Estou aqui desde o primeiro dia. Aprendi muito, especialmente sobre prevenção, e espero aprender ainda mais em fevereiro, para levar até minha aldeia. Conheci vários parentes e também fiz vários amigos”, relatou.
Fonte: Agência AC